3 Mai. 2003 // 19 Out. 2003

O Olhar no Imediato

Júlio Resende

Galeria do Acervo | Collection Gallery

"Sabes o que acontecerá contigo ao te exercitares no desenho a bico de pena? Ficarás mais esperto, prático e capaz de muito desenho, dentro da tua cabeça."
Cennini

O material exposto, não deve ser apreciado como produto de tese, resultado final do entendimento reflectivo/emotivo. Por norma, trata-se de um material acautelado pela "intimidade" de que se reveste, e que poucos aceitariam revelar.
O título da mostra "O olhar no imediato" explicita, desde logo, a circunstância de instabilidade recorrente do registo e a emotividade nele posta.
O movimento do utensílio traduz o sentimento da visão experiente, ainda que expectante e única, credibilizada pelo córtex, mas reverente ao tálamo. O desenho torna-se, assim, testemunho fidedígno de uma experiência vital do ser num momento dado.
A presente exposição é constituida por inúmeras dessas experiências, algumas das quais, registadas em fugacidade, mas nem por isso, menos relevantes na minha vida.
Lembro Turner, reconhecendo que muitas das aguarelas da sua derradeira fase, eram apontadas num desenho muito esquemático, para serem aguareladas posteriormente. A sua capacidade de memória emocional responderia às soluções cromáticas particulares, em causa.
Mostrando estas obras numa atitude de aparente indiscrição, estarei dando-me a conhecer, não como um exemplo, exemplar… Serei um, entre tantos outros!

Março 2003
Resende
123456
1947 | Paris | 23,5x30 | Técnica Mista
1947 | Paris | 23,5x30 | Técnica Mista
facebook Lugar do Desenho