12 Abr. 2014 // 22 Jun. 2014

NO ESTADO CRÍTICO | MARIA LUÍSA ABREU

Sala 3 | Room 3

De uma investigação sobre tipologias de organização e indexação (no que diz respeito a formações como pilhas, montes, fardos, maços...), surge “no estado crítico”, um momento deste estudo que aponta concretamente para o monte de areia. Não possui uma forma coerente e objectiva e parece formar-se a partir das leis do acaso mas no entanto o monte de areia é abordado pela física como um ritmo orgânico organizado que revela estudos tanto sobre a sua formação como a sua destruição. Sendo o seu ponto crítico o seu ponto de atracção, o monte de areia caminha inevitavelmente para um estado de entropia, havendo constantemente perda de informação até à ruptura absoluta do seu sistema.
Reconhecer um método na sua formação e existência denuncia toda a sua subjectividade.

Maria Luísa Abreu

facebook Lugar do Desenho